.

.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Carangola. Como anda a "Nova Administração"?

Há pouco para completar um ano, essa “nova” administração municipal de Carangola, não disse a que veio. Não assentaram um tijolo sequer em obras que tenham sido conquistadas  por essa nova administração que se intitula “um novo tempo”. O que se viu até agora foram as inaugurações das obras deixadas pela administração anterior como se fossem conquistas dessa administração, outras nem foram inauguradas, certamente para não divulgarem as inúmeras conquistas anteriores, outras nem placas foram colocadas para não chamar atenção.
O que vimos são as inúmeras festas. Todas sem licitação. Talvez seja essa a chave e o segredo do sucesso.
E o asfalto da Varginha? Os recursos estão disponíveis há cerca de um ano. As obras da praça da Lacerdina foram paralizadas. As máquinas estão quebradas. O lixo continua com o mesmo problema e sem solução. O muro do Santa Luzia ameaça desabar e nenhuma providência foi tomada.
O prefeito vive em viagens onerosas aos cofres públicos e por aqui a Prefeitura entregue ao vento. O comércio sofre com a instabilidade da data de pagamento dos funcionários. Que com a queda da arrecadação nos próximos meses, tende a piorar. Chefes saindo pelo ladrão. Onde tem um funcionário. Você encontra no mínimo 3 chefes.
E as inúmeras obras e benfeitorias anunciadas nos telões das festas?  Já estamos no fim do ano e se ainda não chegaram, talvez estejam sendo seguradas para o próximo ano que é ano eleitoral. Mas de concreto não se viu nada.
E a solução prometida para o pessoal do Panorama(NINICO). Antes reuniões, promessas e propostas de que quando assumissem teriam uma solução. Cadê a solução?
Pois é. Tem gente dizendo que era feliz e não sabia. Mas que isso, nem essas colocações sejam levadas com sentimento apaixonado. Mas sim como reflexões, já que estamos em período pré ano eleitoral. Que promessas são fáceis de esse fazer e gerar grandes expectativas e soluções. Falar o que se quer ouvir é muito fácil. Agora realizar é bem diferente. Por isso não acreditem em salvadores da pátria. Pois a solução está na realização de projetos duradouros e concretos. Que tenham a participação popular nas discussões e nas decisões. Certamente uma mudança radical de cultura. Pois a administração pública é feita do povo para o povo e não de chefes, coronéis e ditadores e ainda mais recente de administradores que têm medo de mostrar a cara em público. Ela é feita com transparência, solidez e sonhos de um povo que constrói junto.

Francisco Cabral

Nenhum comentário:

Postar um comentário